MANTAROS

Mantaros

“Ser Mantaro não é ser um povo humano, é ser O Povo Humano.”

– Hino Claymormiano

CARACTERÍSTICAS:

Cabelos: Castanho, Preto ou Ruivo.

Olhos: Castanhos, Pretos ou Verdes.

Pele: Branca.

Altura/Peso Médio: 1,70 m/78 Kg homens e 1,70 m/64 Kg mulheres.

Maturidade: 16 anos.

Estimativa de Vida: 98 anos.

Visão: Normal.

 

Movimentos: 6 quadrados.

Bônus de Habilidade: +2 Força e +1 Destreza;

Bônus de Perícia: +2 Atletismo.

Proficiência em armas: os mantaros são proficientes com uso de lanças, espadas longas.

Inimigos Naturais: Mantaros odeiam orcs e rayvodios, e possuem uma motivação maior para destruir estes oponentes. Eles recebem um bônus de +1 em todas as jogadas de ataque e dano contra estes oponentes.

Talento Adicional: Escolha um talento adicional.

Idiomas Naturais: mantaro.

Idiomas Adicionais (escolha um): rayvodio, orc, ilitio, anão, gigantes, élfico, halflings, gnoll, draconico, nohïm ou goblinoide.

Bônus de defesa dos Mantaros: +2 na Fortitude.

Jogue com Humanos Mantaros se quiser…

  • Ser Aguerrido e Forte.
  • Ser Patriótico e Destemido.
  • Lutar em batalhas pela honra e a gloria sem medo da morte.
  • Os Mantaros privilegiam as classes: guerreiro, senhor da guerra e paladino.

Os Mantaros são os reis de Digared, ou pelo menos planejam isto. O povo Mantaro é o que se mantém mais “puro”, a miscigenação é vista como uma degeneração e algumas vezes até punível com ostracismo. Eles possuem orgulho

Jogue com Humanos Mantaros se quiser…

v Ser Aguerrido e Forte.

vSer Patriótico e Destemido.

v Lutar em batalhas pela honra e a gloria sem medo da morte.

v Os Mantaros privilegiam as classes: guerreiro, senhor da guerra e paladino.

Os Mantaros são os reis de Digared, ou pelo menos planejam isto. O povo Mantaro é o que se mantém mais “puro”, a miscigenação é vista como uma degeneração e algumas vezes até punível com ostracismo. Eles possuem orgulho de seus antepassados e fazem questão de manter essa pureza.

Na historia, os Mantaros, ampliaram seus territórios e fizeram-se temidos pelos demais povos, através de diversas guerras e conquistas que massacraram, escravizaram e até extinguiram com alguns povos.

Embora subjuguem os demais povos, os Mantaros são visto pelos demais como assimétricos e ignorantes. São de poucas pala-vras e resolvem tudo na briga. São desajustados socialmente e quase sem nenhuma diplomacia.

Sociedade: Ao nascer os Mantaros recém-nascidos são examinados pelo avô ou ascendente mais antigo da família. Caso seja detectada alguma deficiência física ou mental ou não fossem suficientemente forte, este era condenado á morte.

            Os homens são mandados ao exército aos sete anos de idade, onde serão educados (apenas aritmética e alfabetização) e treinados nas artes da guerra e desporto.

            As mulheres recebem educação quase igual à dos homens, participando dos torneios e atividades desportivas e em alguns casos até mesmo encorporam o exercito, mas nestes casos apenas após os treze anos. Aos dezoito anos, o soldado decide se seguirá a carreira militar, sendo um heroi Mantaro, ou se tornara um homem livre da sociedade.

            A piramede social dos Mantaros é composta no topo por seu Imperador que possui plenos poderes sobre todo os Mantaros.

Logo abaixo ao Imperador está o Conselho Militar, composto por todoso generais de guerra e o Senado, composto por vinte porta-vozes escolhidos dentro de voto livre (homens e mulheres da nobreza, maiores de vinte anos).

            A nobreza, está abaixo do Conselho Militar e do Senado. É composta por descendentes de grandes herois Mantaros e levam sempre no nome o título seguido do grau de parentesco com o heroi. Aqueles que se tornam heroi passam a acumular seu proprios titulos.

A plebe ou classe trabalhadora compreende a maior parte da socie-dade, no entanto a mais baixa também.

Caracteristicas dos Mantaros: corajoso, impetuoso, honrado, valoroso, patriotico, orgulhoso, vingativo, impulsivo, dedicado, belicoso, competitivo, ignorante, anti-social, obstinado, rancoroso.

 

Nomes Mantaros Masculinos: Achilleo, Adamo, Aldo, Amato, Ambrogio, Amedeo, Amilcare, Anacleto, Aniello, Aretino, Azzone, Banco, Benicio, Benno, Benozzo, Beppo, Biaghio, Bodo, Bonizo, Callisto, Calogero, Camaino, Ciro, Coppo, Corfino, Corrado, Dario, Dionigi, Efisio, Elio, Elpidio, Ennio, Enzo, Ercole, Ettore, Ezzo, Ferranti, Fulvio, Furio, Gaspare, Gavino, Gianni, Giotto, Guilio, Iachimo, Lando, Lotario, Luca, Mosé, Nardo, Nunzio, Ponzio, Primo, Quim, Rainieri, Raniero, Renzo, Ruffino, Ruggiero, Salvatore, Saverio, Severiano, Sperandeo, Taddeo, Tammaro, Thaddeo, Tino, Tito, Tiziano, Tommaso, Tomme, Torquato, Toito, Tullio, Ubaldo, Ugo, Ugolino, Vespasiano, Viaro, Vincenzo, Vitale, Vito, Vivicano, Xavello.

Nomes Mantaros Femininos: Ada, Agnesca, Agnese, Alessia, Aletea, Allegra, Amadea, Amica, Amina, Ammanata, Aniella, Annunziata, Arianna, Armida, Arminia, Aura, Aurea, Bertana, Bertilla, Bice, Brigita, Brunella, Caprice, Carigari, Carissa, Carita, Cella, Cesira, Chiara, Cinzia, Citha, Claricia, Consilia, Detta, Domenica, Edetta, Elda, Elettra, Elisa, Emerenzia, Etheria, Eusapia, Felicita, Fiammetta, Fioretta, Gaetana, Giada, Gianna, Giannina, Ginevra, Gisella, Gravina, Grazia, Illaria, Ilvia, Imelda, Isolde, Jolanda, Lara, Laura, Lavinia, Lea, Lena, Letizia, Lia, Lidia, Liliana, Lizia, Lucretzia, Maia, Mariella, Melina, Milla, Miuccia, Nerina, Nina, Nunziatella, Nunziatina, Oriana, Orsola, Pelagia, Porzia, Prasede, Rachele, Rosalia, Rosina, Sabina, Samantha, Santuzza, Sara, Savina, Scevola, Sinthia, Susanna, Teà, Tiziana, Vanozza, Zaira, Zita.

Vestuário: Os Mantaros costumam vestir-se com uma túnica, branca, amarela ou azul claro, com comprimento até os joelhos. Por cima deixam uma toga com cores fortes nunca pretas nem vermelhas. A toga é bem volumosa e suas características mudam de acordo com a sua classe social. O preto é permitido apenas em luto ou feriados nacionais. Já o vermelho apenas em épocas de guerra.

            Escravos e os soldados durante a guerra usam apenas a túnica. Apenas dentro das cidades é permitido ao soldado usar a toga e impedido o uso de elmo.

            Entre as mulheres Mantaras a túnica é mais longa, podendo chegar até o meio das canelas. É sempre usado um cinto de couro de cobra negra ou dourada. E a toga possui uma abertura em “V” que lhe descobre o peito.

Aventureiros Mantaros: Segue abaixo três exemplos de aventureiros mantaros:

            Cahethel, filho de Dimitriel, é um senhor da guerra com muita influencia dentro do exercito claymormiano. Ocupa um cargo de destaque militar onde é idolatrado por seus subordinados. Honrado e corajoso, Cahethel nunca recusa ajudar pessoas ou combater o mal, mesmo que isto possa custar sua própria vida.

            Azhaela é a paladina da deusa da guerra mantara, Sarah. Embora seja um pouco impulsiva ela possui as maiores virtudes de uma paladina da guerra: coragem e dedicação. Embora seja uma inimiga declarada dos rayvodios em seu intimo (principalmente de Aradiane), Azhaela luta acima de tudo pela justiça e o bem estar de todos os povos: mantaro ou não.

            Rontaros é o poderoso e gigantesco guerreiro de Alísios. Embora seja um pouco ignorante e desajustado, equilibra isto com seus valores bondosos. Rontaros é um mercenário que busca vender sua espada pelo maior preço, mas seu coração é quem decide se a empreitada vale a pena ou se realmente necessita de uma recompensa dourada. Para ele, ás vezes um sorriso de uma humilde criança vale mais que centenas de coroas de ouro.

Anúncios

Deixe um comentário

Nenhum comentário ainda.

Comments RSS TrackBack Identifier URI

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s