RAYVODIOS

Rayvodios

“Fale com um rayvodio sobre ele mesmo e ele vai ouvi-lo o tempo que quiser.”

– Aldresh, mestiço.

CARACTERÍSTICAS:

Cabelos: Negro, Loiro ou Ruivo.

Olhos: Pretos, Castanhos, Azuis ou Verdes.

Pele: Branca.

Altura/Peso Médio: 1,72m/75 Kg homens e 1,69m/55 Kg mulheres.

Maturidade: 20 anos.

Estimativa de Vida: 103 anos.

 

Movimentos: 6 quadrados.

Bônus de Sugerido: +2 Constituição e +1 Sabedoria;

Bônus de Perícia: +2 Intuição, +2 Atletismo e +2 Exploração;

Cultura Cosmopolita: acostumado a viver em grandes cidades e reconhecer os perigos da convivência massiva nas grandes aglomerações e sabe como tirar vantagem com este jogo de cintura. Adicione +2 em todos os testes sociais dentro de cidades.

Orgulho Atenuante: Sempre que obtever um 20 natural, adicione um bônus de +2 no próximo teste ou ataque que desferir.

Talento Adicional: Escolha um talento adicional.

Idiomas Naturais: rayvodio.

Idiomas Adicionais (escolha dois): aquedá, esbilitio, maqa, riorniano, azurano, ayllinês, helenês, mantaro, orc, gnoll, saudidio, ou goblinoide.

Bônus resistência dos Rayvodios: +1 Vontade e +1 Reflexos

 

Jogue com Humanos rayvodios se quiser…

  • Ser Temerário e Ponderado.
  • Pertencer a uma nação que valoriza o conhecimento e o atletismo.
  • Ser adaptado a sociedades cosmopolitas.
  • Os Rayvodios privilegiam as classes: vingador, guerreiro e mago.

 

Os Rayvodios são bastante evasivos quando se relacionam com estrangeiros dentro de suas terras, e bastante calados quando estão fora de seus domínios.

Valorizam muito o trabalho do corpo, mas também prezam muito pelo conhecimento aritmético e filosófico. A música é sua terceira ciência, todo Rayvodio sabe pelo menos tocar um instrumento. Embora os direitos entre homens e mulheres sejam iguais, os mesmos nunca podem estudar ou treinar esportes e lutas juntos. O que segue geralmente no cotidiano quando homens e mulheres se

reúnem separados para debater e conversar sobre diversos assuntos.

Os Rayvodios se subdividem em mais sete povos. Cada povo possui um novo idioma, mas também utiliza do idioma Rayvodio como língua comum. Os sete povos são:

Aquedanos – se diferem dos outros Rayvodios por serem devotos da Luz e não de deuses. Acreditam em reencarnação e na lei do Karma; Seguem os ensinamentos do antigo filosofo Aqueda.

Esbilitas – povo que aceita apenas mulheres como bom ventre (em caso de nascimento de homem, o mesmo é afogado no mar). Possuem tradições em guerras e artes marciais, veneram muito a deusa Ividinia, e acreditam que apenas as boas guerreiras serão levadas as estrelas.

Monqados – povo de tradições marítimas que navega pelos oceanos a procura de novos lugares. Acreditam que a deusa Furrinalia irá inundar o mundo no futuro.

Riornianos – aceitam-se como Rayvodios puros, já que apenas eles mantiveram os olhos bicolores. Veneram as deusas Brigith e Ixchel e sentem-se responsáveis pelos demais povos irmãos.

Azurmans – segundo a lenda são descendentes do Deus Dragão Argeny. Possuem uma ótima escola bélica de arqueiros.

Ayllis – devotos exclusivos de Ixchel trabalham a magia como uma quarta ciência e com exemplar conhecimento. Ficaram famosos pelos demais, por praticas de vodoo e magias de maldições.

Helenitas – sua sociedade é aberta a todas as espécies de mudanças. Tudo é visto com naturalidade. Valorizam muito as artes e a beleza da juventude.

 

História: A história dos Rayvodios está diretamente associada à colonização do extremo sudoeste do continente: Parecido com a Ilitia, os povos do sudoeste, ainda na era do dragão verde, compactuaram um acordo de paz que permitia a prosperidade de cada um e permitindo a ascensão de todos. Este episódio foi conhecido como Tratado dos Sete Povos.

Os Sete Povos possuíam culturas distintas e representações individuais, mas mantinham semelhanças físicas; O que para os demais povos identificavam como uma única etnia.

No inicio da era do dragão vermelho, com as conquistas dos Mantaros, um dos povos Rayvodios, os Riornianos, entraram em um trabalho de unificação dos sete povos, o que provocou constantes guerras internas por controle da região, terminando com a vitória dos Riornianos.

Atualmente os sete povos permanecem independentes, mas todos são submetidos militarmente á Riornia.

 

Sociedade: As classes da sociedade Rayvodia e a forma de governo variavam de uma cidade para outra. Riornia por exemplo possui quatro classes sociais (monarca, parlamento, cidadãos e escravos) enquanto Helenary é anarquista.

Cada vila ou cidade possui pelo menos um ginásio ao ar livre; Onde homens e mulheres (sempre separados) podem praticar esportes como atletismo e jogos com bola. Já os anciões buscam as praças onde ficam jogando xadrez ou conversando.

O povo leva geralmente uma vida simples: uma moradia de pedra ou de tijolos secos ao sol e cobertos com estuque. A maioria faz apenas duas refeições por dia, os Rayvodios minimizam o desperdiço. O almoço é geralmente servido próximo das nove horas da manhã e tem duração em media de duas horas. É uma refeição completa com o objetivo de nutrir-lo para o restante do dia. O jantar é geralmente servido próximo das cinco da tarde e tem uma grande duração também.

 

Características dos Rayvodios: determinado, temerário, visionário, culto, bairrista, sensível, manipulador, prudente, sociável, versátil, ousado, arrogante, preguiçoso, convincente.

 

Nomes masculinos rayvodios: Adonis, Adgapio, Alexian, Akille, Andrea, Andronis, Aristis, Aristotle, Benedicto, Damian, Damiano, Damon, Demetri, Dimitrios, Dimitris, Dion, Eustakhio, Gianne, Giakki, Iason, Ioannes, Ion, Lambro, Leontiu, Loukall, Loukas, Lysander, Markos, Menelau, Merakles, Mihail, Mikhalli, Milos, Nektarios, Niko, Nikodemo, Nikolaos, Nikolas, Nikolos, Nikomedes, Niko, Odynseu, Orion, Pakko, Parthenik, Perikcles, Petros, Sivos, Spyro, Stravo, Thaddai, Thanos, Theodorus, Theofanis, Vhasil, Vhasiki, Yannis, Zeuk.

 

Nomes femininos rayvodios: Adina, Agalia, Agathi, Aleka, Althea, Anthea, Apolli, Arete, Ariadne, Ariane, Astrea, Chloe, Cynara, Delia, Delphina, Efimia, Eireni, Ekaterini, Elena, Eleni, Helena, Helene, Iona, Lydia, Margaritis, Melyna, Melyça, Melita, Nerissa, Niobe, Noula, Nyssa, Pauline, Penelopy, Petra, Rasia, Rena, Sibyl, Sophia, Tassia, Tassis, Tekla, Toula, Triphena, Xanthe, Xenia, Xylia, Xylina, Zephyra, Zoë.

 

Vestuário: Tanto os homens como as mulheres trajam himátions: mantos que arranjados com pregas sobre os ombros e os braços. Os moços por vezes usam uma clâmide: pequeno manto preso no ombro. Já as jovens vestem também um péblos, uma variação do quitão: túnica que desce até os joelhos, adicionado com um cinto estreito que prende na cintura. Grande parte dessas é feita de lã; apenas as mais ricas possuem quitãos de algodão ou linho.  Dentro das casas os Rayvodios andam descalços; na cidade muitos usam sandálias. Botas são utilizadas apenas em viagens ou para cavalgar.

 

Aventureiros Rayvodios

            Segue abaixo três exemplos de aventureiros Rayvodios:

Kille foi treinado como um vingador pela Ordem da Luz. Determinado a cumprir sua missão, ele busca acabar com os corruptos Comensais da Escuridão. Mas o destino coloca o jovem vingador frente a frente com o líder da ordem maligna: Advenne, seu próprio pai. Kille não deixa que laços fraternos se oponham ao que ele acredita, e passa a liderar uma rebelião contra Advenne e seus comensais.

Aradiane é filha do grande herói Luthenkal, um dos maiores paladinos de Azuleno. Após o desaparecimento de dois sacerdotes da deusa Luciany, ela acaba se envolvendo no caso e entende que é seu dever seguir os passos do antigo herói. Armada com a espada de seu pai e uma armadura confeccionada pelos clérigos da deusa da justiça, ela vai ao encontro do inicio dessa aventura.

Renia foi criada por um renomado que a encontrou ainda bebê. Já na adolescência ela presenciou a execução do seu pai de criação pelo barão de Qakatos, que havia sido excomungado da sociedade rayvodia. Renia decide se aliar a um seleto grupo de aventureiros que combate as facções malignas que operam no sul do continente, principalmente nas terras rayvodias.

Deixe um comentário

Nenhum comentário ainda.

Comments RSS TrackBack Identifier URI

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s