SAUDIDIOS

Saudidios

“Quem compra o que não precisa, vende o que precisa.”

– Luadlin, taverneiro.

CARACTERÍSTICAS:

Cabelos: Preto, Loiro ou Castanho.

Olhos: Pretos, Castanhos, Azuis ou Verdes.

Pele: Branca, Parda ou Negra.

Altura/Peso Médio: 1,66m/67 Kg homens e 1,59m/47 Kg mulheres.

Maturidade: 23 anos.

Estimativa de Vida: 136 anos.

 

Movimentos: 6 quadrados.

Bônus de Habilidade: +2 Destreza e +1 Carisma.

Bônus de Perícia: +2 Ladinagem.

Cultura do Comercio: os saudidios são muito habilidosos quando se trata de negociação, adicione um bônus e +5 nos testes relacionados ao comercio e um bônus natural de 25% de desconto sempre que estiver comprando algum item em um mercado cosmopolita.

Sede Reduzida: acostumados a vivência no deserto ou no mar, os saudidios desenvolveram uma tolerância contra a sede, dessa forma eles podem viver com apenas a metade da quantidade de água normal.

Talento Adicional: Escolha um talento adicional.

Idiomas Naturais: alamir.

Idiomas Adicionais (escolha dois): ígneo, mantaro, rayvodios, berna, reptiliano, ladrões ou goblinoide.

Bônus resistência dos Saudidios: +2 Reflexos.

Jogue com Humanos saudidios se quiser…

  •  Ser Esperto e Ludibrio.
  • Andar no limite das leis e oportunida-des.
  • Colocar-se a frente de qualquer coisa.
  • Os Saudidios privilegiam as classes: ladino, patrulheiro e bardo;

Acredita-se que os Saudidios tenham sido os primeiros humanos de Digared e que teriam convivido diretamente com os Lemúrianos e as primeiras gerações de Élfos e Anões. Verdade ou não, os Saudidios são o povo humanóide mais populoso do mundo; No entanto a maioria não é livre.

Outro fato que chama a atenção é a diversidade étnica da raça, onde praticamente todos os tipos de pele, cabelos e olhos podem ser encontrados entre os Saudidios. Isto se dá devido á linhagem Saudidia ser uma mistura antiga de diversas etnias antigas, que foram desaparecendo ao decorrer dos séculos. O que predominou nos tempos atuais é visto encontrado no povo Saudidio.

Sociedade: Os Saudidios possuem uma política minoritária onde os afortunados por nascerem ricos serão privilegiados o resto de suas vidas e aqueles os miseráveis estão condenados á pobreza. Não há como um plebeu virar uma marajá, e nem é permitido o casamento entre classes sociais desiguais.

Além disso, eles são poligâmicos, um homem pode ter até sete esposas, desde que possas sustentá-las. A primeira esposa tem de ser de sua mesma classe (caso ele seja um taverneiro, ela tem que ser filha de taverneiros ou comerciantes), no entanto as demais não necessariamente. A mulher Saudidia não tem direito a ter mais de um homem além do seu marido, salvo que ele morra.

A sociedade é escravista, no entanto, os escravos são também Saudidios. Geralmente homens e mulheres que se endividaram ou desgraçaram suas famílias.

Os Saudidios se subdivedem em mais quatro etinias:

Nedans: Dizem que assim como os Bernas, eram grandes marinheiros e que deram inicio ao comercio na era do dragão verde. Introduziram as unidades de medida e metragem (copiados pelos povos da Ilita em seguida). A expansão dos Nedans foi impedida pelos Bernas ainda na era do dragão verde.

Alasteus: Durante o período de conquistas, os Alasteus ampliaram seu conhecimento através da absorção das culturas de outros povos. Ao todo se tem idéia que os Alasteus incorporaram cerca de onze civilizações. Aliados ás conquistas, fizeram ainda importantes avanços e descobertas cientificas como: a luneta e o óleo. Atualmente os Alasteus vivem nas áreas desérticas e deixaram de ser conquistadores para serem conquistados.

 

Características dos Saudidios: audacioso, esperto, vivaz, engenhoso, ludibrioso, habilidoso, curiosa, sensual, supersticioso, malandro, vigilante, cobiçoso, oportunista, astuto, afoito, libertino, guloso.

 

Nomes masculinos Saudidios: Aaftab, Abbas, Abu, Ajmal, Akar, Anwaar, Aslam, Azamat, Aziz, Azizah, Balban, Balj, Barakaat, Barmak, Bashaarat, Behraam, Bilal, Daud, Dharr, Dhu, E’jaaz, Faraaz, Faraj, Fathi, Fawzi, Hadi, Hajjaj, Halil, Hamdi, Hamzah, Jamal, Jawhar, Jibril, Jubair, Jurdik, Majnun, Makram, Mamduh, Masruq, Masud, Mehmet, Miraaj, Mu’aawin, Naasir, Naaz, Naazir, Ra’uf, Raahat, Raashan, Sa’ood, Saabiq, Sabir, Sayyid, Shafaqat, Shakir, Sharif, Shauk, Taha, Taimur, Talal, Talib, Taufiq, Thamar, Ubaida, Umar, Uqbar, Uthman, Wafid, Walid, Waqaar, Yaamin, Yaasir, Yussuf, Ziyad, Zubair, Zuhair, Zuhoor.

 

Nomes Femininos Saudidios: Aatifa, Abla, Afa’f, Ara, Atikah, Azada, Azzah, Bahiyya, Bahjat, Bakht, Banah, Banujah, Buthayna, Dahah, Daifa, Dananir, Fadila, Farah, Fardoos, Fatma, Ghaniyah, Haala, Hadil, Hafiza, Hanaa, Hinnaa, Huda, Ihtizaz, Ilham, Inan, Javairia, Jimira, Khadija, Khazima, Laila, Latifa, Layla, Lubna, Mahsa, Mahtaab, Malaka, Maryam, Mellilah, Munya, Naadhira, Naaheed, Nadra, Najat, Nighat, Qamra, Qaribah, Rayya, Ruqayya, Safia, Shahira, Surayya, Tahiyya, Tarub, Thanaa, Wadha, Yumn, Yusra, Zuhayr, Zuhra, Zulaikha

 

Vestuário: Os homens Saudidios não devem usar objetos de ouro ou seda. Normalmente usam turbantes e túnicas: É uma roupa que suporta os dias quentes e as noites frias do deserto.

Na maioria dos reinos Saudidios, as mulheres utilizam roupas semelhantes às túnicas masculinas e, na cabeça, um lenço que deixa apenas o rosto à mostra: Icharb.

 

Aventureiros Saudidios

            Segue abaixo três exemplos de aventureiros Saudidios:

            Ilita nasceu escrava em Iliguerd e foi treinada como patrulheira para servir ao reino caçando potenciais ameaças. Em uma de suas missões viu seu dono ser devorado por um verme gigante, e aproveitando a distração dos soldados fugiu para Estengard. A vida de Ilita mudou, começou a vender sua espada e habilidades para aqueles que pagavam bem e assim se tornou uma aventureira astuta e vigilante.

            Ditrix vive em Alísios, mais precisamente na feira de Alísios. Seu hobby, além de profissão é usufruir do máximo de vantagem com viajantes desavisados. Mas a sorte de Ditrix muda quando ele rouba um artefato raro e de tendência maligna; determinado agora de se livrar deste fardo e perseguido por seus antigos portadores, ele se prepara para uma grande aventura onde terá que usar toda sua esperteza e habilidade.

Inah Dhunkar filha do sultão de Uterah apreendeu com sua mãe a habilidade musical com a lira. O que parecia ser apenas um dom de entretenimento mudou quando ela começou a usar a musica para ajudar os rebeldes que lutam contra a escravatura.

Deixe um comentário

Nenhum comentário ainda.

Comments RSS TrackBack Identifier URI

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s